domingo, 8 de novembro de 2015

A MÚSICA QUE VEM DAS ÁRVORES

Bartholomäus Traubeck é um músico alemão que desenvolveu um  equipamento muito curioso. A plataforma que se assemelha ao antigo toca-discos,  traduz os anéis do tronco de uma árvore em notas de piano. 




A grande diferença entre o toca-discos e o novo equipamento do músico é que este, ao contrário das agulhas, possui sensores que juntam informações sobre a cor  e a textura da madeira e para isso é usado um algoritmo que interpreta as variações como se fossem notas de um piano. 

O mais interessante desta inovação é que cada árvore possui texturas e variações diferentes, o que gera uma sonoridade particular para cada tronco.

As músicas dos pinheiros, carvalhos e freixos, dentre outras árvores, já podem ser ouvidas no álbum ´´Years`, gravado por Traubeck.

Para escutar a música que vem das árvores baste clicar no vídeo abaixo.
Boa Audição!
  

                                                    









TERAPIA DE CRISTAIS, UM TRATAMENTO NATURAL.

Você sabe o que o Ayurveda, os povos indígenas americanos e a civilização Atlante têm em comum?

A resposta é, o uso dos cristais.


Marina Abramovic com pontas de cristais de quartzo.

A natureza transmite energia e vibração, e são os cristais os responsáveis por receber, conter, emanar ,projetar e refletir a luz do Universo. A energia canalizada e transmitida pelas pedras ajudam a desbloquear e alinhar os chakras (centros de energia), que estão associados ao corpo físico de cada um de nós.

Estes poderosos corpos sólidos encontrados na natureza de forma variada, além de chamarem atenção pela beleza, desde tempos remotos eram utilizados como instrumentos de cura.

Os estudiosos dos cristais nos informam, que foram os povos que viviam na antiga Atlântida os que começaram a usar essas pedras mágicas como ferramentas básicas em diversas áreas da sociedade, desde construções até curas espirituais.

A utilização dos cristais também foi encontrada nos povos indígenas das Américas, como os Navajos (famosos pelo uso das turquesas) e  cherokees,  entre outros. 

Na Índia, os astrólogos védicos indicam o uso das pedras para a harmonização da carta astrológica e também como amuletos da sorte. A medicina Ayurveda também as utiliza.

Os Gregos acreditavam que os cristais eram o terceiro olho da terra e os romanos captavam a energia do cosmos com eles.

Artistas também utilizaram os cristais em suas obras. Recentemente a performer Marina Abramovic, nascida em Belgrado, Yuguslávia, esteve no Brasil para uma exposição sobre sua obra e confessou estar apaixonada pela natureza brasileira. Entre encontros com xamãs e banhos de cachoeira, Marina permeou sua exposição com um trabalho onde cabeças da artista feitas em cera e incrustadas com quartzo, turmalinas e lápis-lazúli, chamaram atenção do público visitante. 


Cabeça com turmalinas e cristais de quartzo - Marina Abramovic

Segundo Abramovic, o contato com o Brasil, a natureza e os cristais foi a energização que precisava depois de passar dois anos em Nova York envolvida com uma exposição retrospectiva de sua obra.

Assim como a artista, muita gente está utilizando a terapia dos cristais como tratamento, alinhamento harmonização, meditação e principalmente iluminação para os sombrios dias atuais.

A terapia através dos cristais ajuda a revelar a luz cristalina que está contida em cada um de nós e por isso deve ser feita de forma constante. A utilização das pedras na harmonização dos chakras ajuda a prevenir doenças que atuam no plano físico e mental. E uma vez que o tratamento utiliza cristais, não é nocivo porque é completamente natural.

Obra com Quartzo Rosa - Marina Abramovic


Maiores informações, entre em contato pelo Blog.

Namastê! 




terça-feira, 28 de abril de 2015

A PSICOLOGIA NA PONTA DO LÁPIS

Quem gosta de desenhar e pintar sabe o quanto é fascinante e inspirador uma caixa de lápis de cor. Mas, o que na verdade a maioria das pessoas não percebe, é o efeito que cada cor provoca em nossa psique. Já, os estudiosos da cor e os especialistas que trabalham com cromoterapia, conhecem bem o que as cores representam.

Foi pensando nisso que a marca, The School of Life, lançou uma caixa onde as cores estão relacionadas aos acordes de nossas almas, tais como: esperança, vitalidade, aventura e poder, entre outros. 



A embalagem chamada, The Psychology of Colour, vem com 12 cores e cada uma delas possui um sentimento escrito no lápis. O conjunto é acompanhado de um livreto que explica como determinados tons podem nos conectar a uma série de memórias e sentimentos.




Você quer ganhar um presente como esse? A caixinha custa $29,00 (vinte e nove dólares). Fica a dica.




segunda-feira, 27 de abril de 2015

RODOCROSITA, A PEDRA QUE ENCORAJA SEUS SONHOS.


A Rodocrosita é um carbonato de manganês (responsável pela coloração branca na pedra), com dureza de 3,5 a 4. Seu nome é referente a palavra grega para sua cor avermelhada. Encontra-se na faixa entre o rosa e o vermelho, mas pode ser amarelada, alaranjada ou marrom.

Os mais importantes depósitos de Rodocrosita estão na Argentina. O cristal se formou nas minas de prata dos incas (pedra Inca), depois que elas foram abandonadas no século XIII. Porém, a pedra também  foi encontrada no Colorado, nas minas de Sweet Home e de outras localidades próximas.





Para os incas era venerada como a pedra do amor e, para todos os povos indígenas da América do Sul, esta é uma das mais divinas pedras de proteção e cura. 

Este cristal objetiva a cura emocional, recupera, alivia e libera a memória das mágoas que causam baixa auto-estima e inibição.  Auxila todo aquele que sofreu alguma situação emocionalmente traumática ou que possui medos racionais ou irracionais. Esses padrões acabam por abafar talentos e dons internos que ficam reprimidos. O papel da Rodocrosita é trabalhar para sustentar a auto-cura nessas áreas.

A Rodocrosita acalma o coração e conforta a alma, ajudando a pessoa a ser tudo o que deve ser e a desabrochar integralmente. Permite a recuperação da sua criança interior e o seu sentido de diversão e alegria na vida. Encoraja a agir com base no seu coração, sem medo. Ajuda a expressar o amor e o afeto, eliminando aflições e mágoas. E auxilia na busca dos seus sonhos. 

O cristal libertador ajuda o indivíduo à voltar a acreditar em si mesmo e nos seus talentos. Favorece na busca de novas amizades e até mesmo a mudar o visual através de um novo corte de cabelo.

A CANELA QUE AQUECE E EMAGRECE

Hoje o dia está nublado, e vale a pena investir num chazinho caseiro para aquecer. As mudanças de temperatura costumam contribuir para danificar a saúde, por isso é muito comum muitos contraírem resfriados. Então, que tal preparar um chá de canela para diminuir a sensação de frio?





A árvore da canela provém do sul da Índia e do Sri Lanka. Sua espécie mais conhecida é a do tipo Cassia, que chega à nossa mesa em forma de pauzinhos, pó e é consumida em todo mundo. Ela também é extraída do Kerenci Valley, localizada na ilha de Sumatra, na Indonésia. Até hoje ainda é empregado o mesmo método de extração: a casca é retirada e seca, sendo os pedaços grandes moídos e os pequenos transformados na famosa canela em pauzinho.




O vídeo abaixo mostra sua extração.


Além dos seus atributos culinários, a canela também é conhecida por suas propriedades medicinais, carminativas, antiulcéricas, estomacais e vomitatitas, graças aos óleos essenciais que contém características que contribuem para facilitar a digestão.

A canela é especialmente indicada para a bronquite, resfriados e tosse, mas suas propriedades auxiliam também na má circulação periférica, nos dedos das mãos e dos pés, uma vez que melhora a circulação e aumenta a temperatura corporal.

É de grande ajuda nas menstruações difíceis, ou como antisséptico em doenças relacionadas com bactérias e fungos; auxilia as infecções vaginais e suas propriedades curativas atuam no tratamento de anginas, faringite e laringites.

Na aromaterapia a canela funciona como estimulante, desintoxica o organismo fortalecendo o sistema imunológico e circulatório. O seu calor aromático é usado para aquecer o corpo internamente e diminuir a sensação de frio, tanto físico quanto psicológico, além de contribuir para o emagrecimento ,pois seu efeito termogênico facilita a queima de gorduras. Proporciona também, alívio nas dores menstruais e ajuda a aliviar as tensões do ambiente, traz mais clareza à mente e é considerado um medicamento natural para a concentração.


Porém, por se tratar de uma substância muito forte o óleo de canela não deve ser aplicado diretamente na pele ou ingerido em grandes quantidades. Para tratamento, ele deve ser utilizado em pequenas gotas diluídas em outras soluções. E lembre-se de consultar sempre o seu médico, pois a medicina complementar não substitui a tradicional.





sábado, 25 de abril de 2015

MANDALAS FEITAS COM PEDRAS DO MAR

A artista Elspeth McLean é australina, mas atualmente mora no Canadá. Seu mais recente trabalho é pintar mandalas coloridas em pedras encontradas à beira mar.

Mclean utiliza pequenos pontos de cores fortes sobre as pedras redondas, transformando os objetos em lindas peças artísticas e de decoração. Para a artista sua técnica, batizada por ela de ´´Dottilism``, é uma experiência meditativa e de aterramento, tão agradável que a pintora dedicou sua vida à ela. Através da sua arte ela espera conectar as pessoas com sua criança interior e trazer um pouco de vibração e alegria para suas vidas.

Mais sobre o trabalho da artista em, http://www.elspethmclean.com/ 







UM CENÁRIO DE SONHO



Sabe aqueles dias em que dá uma vontade danada de escapar de tudo, e viajar só para contemplar a natureza? Pois é. A imagem abaixo é para lembrar que quando colocamos nossos desejos em ação a natureza nos brinda com lindos cenários. 




terça-feira, 21 de abril de 2015

AS TAÇAS TIBETANAS E A CURA ATRAVÉS DO SOM

As taças tibetanas, também chamada de tigelas, estão sendo empregadas por alguns terapeutas para fins de harmonização espiritual e por extensão a cura das emoções e do corpo. Os estudos e práticas relacionados à Teoria Vibracional com Taças Tibetanas encontra fundamento no sistema de Peter Hess e Suren Shrestha, assim como nos estudos do Dr. M. Gaynor. 

Essas taças, são instrumentos ancestrais que estão sendo resgatados na atualidade. Estudiosos europeus e americanos descobriram, que essas taças em contato com o corpo, revelam suas potentes harmonias de cura. As vibrações sonoras desses instrumentos atuam de forma direta e indireta no corpo humano provocando uma forte sensação de relaxamento que harmoniza o espírito e o corpo, contribuindo dessa forma para a cura física e emocional.

A sonoridade das taças age na estrutura celular e nos fluidos orgânicos harmonizando o indivíduo interna e externamente. Assim reitera a proposta holística mente-corpo-espírito. 

O tratamento com as taças tibetanas pode ajuda no desbloqueio energético e por este motivo contribui para casos de ansiedade, insônia e hiperatividade. Aumenta a criatividade, a sensibilidade, a concentração e capacidade de ação. Ajuda a reduzir a agressividade, reforça o sistema imunológico e resgata a auto-confiança. Remove os fluxos de energia negativa e protege o campo energético.



As taças tibetanas, ou tigelas, tem origem na Ásia, em especial no Japão, China, Tailândia e região dos Himalaias. Supõem-se que essas taças existem desde o momento em que o homem começou a trabalhar com os metais. 

Peter Hess, o responsável pelo sistema de Terapias Vibracionais com as Taças Tibetanas, fabrica esses instrumentos em bronze de alta qualidade e 12 metais, o que contribui para a sua qualidade sonora. Seu método terapêutico foi desenvolvido em 1984 na Alemanha com base nas suas experiências no Nepal, Índia e Tibete, além dos conhecimentos com o som do Ayuverda. 

As taças originalmente tibetanas não são utilizadas para a prática da terapia do sonora. Por este motivo Peter Hess passou a produzir, na Europa,  esses instrumentos para tratamento. A partir de 2004, esses instrumentos de cura foram divulgados pela Academia Peter Hess em Portugal.

Para saber mais sobre a Academia Peter Hess clique no link: http://www.peter-hess-academy.com.pt/

VAI UMA PIMENTINHA AÍ?

A pimenta, seja a do reino, quanto a vermelha, em geral é vista com receio pela maioria das pessoas, principalmente quando se trata do quesito consumo. Entretanto, muitos pesquisadores insistem em divulgar seus benefícios para a saúde e cura na intenção de quebrar esse mito. 



Este tempero ígneo possui os seguintes princípios ativos: vitaminas A, E e C, ácido fólico, zinco e potássio. Tem fortes propriedades antioxidantes e protetores do DNA celular. Contém bioflavonóides, pigmentos vegetais que previnem o câncer. Por esse motivo, a pimenta é considerada como um alimento funcional, pois além dos seus nutrientes, promove e preserva a saúde. 

Atualmente é usada na composição de vários remédios que aliviam dores musculares, reumatismo, desordens gastrintestinais e na prevenção da arteriosclerose. 

A pimenta também cura e previne, a baixa imunidade e vem sendo aplicada em várias partes do mundo no combate à aids com resultados bastante favoráveis. O condimento também pode ser usado para curar a depressão, uma vez que sua ingestão libera a norodrenalina e adrenalina, responsáveis pelos sinais de alerta do corpo e por isso revigora e anima pessoas deprimidas. 

É um excelente remédio contra enxaqueca, pois provoca a liberação de endorfinas, que amenizam a dor. Também cura feridas abertas, devido ao fato de ser anti-séptica, analgésica e cicatrizante.

Gripes e resfriados também podem ser curados com o uso da pimenta, para este fim baste ingerir uma pimenta malagueta por dia como se fosse um comprimido. A pimenta caiena é boa para os males do coração e pode interromper um ataque cardíaco em 30 segundos. 

Controla a obesidade. Consumida às refeições ajuda a diminuir o apetite. Atua como regulador da pressão arterial e dentre outras utilizações cura a hemorróida. A capisaicina tem poder cicatrizante e já existem remédios com pimenta para uso tópico.

Apesar de todos esses benefícios é importante lembrar que o uso da pimenta deve ser feito a partir  da indicação de um nutricionista ou terapeuta especializado no assunto. 

JOÃO-DE-BARRO, UM ARQUITETO VISIONÁRIO

Você já ouviu falar em ´´concreto verde``? Pois é, este é o nome das construções feitas com terra batida. Embora  o termo esteja em evidência nos tempos atuais, este é um método primitivo de construção.

Sabemos que a argila, é a matéria-prima natural mais antiga encontrada nas habitações humanas. Na atualidade sua utilização vem sendo considerada barata e inteligente, por isso esse método é empregado desde construções nas comunidades rurais de baixa renda e até em outras residências e edifícios pelo mundo afora.

Mas se o homem, há muitos anos atrás, empregou essa tecnologia foi porque aprendeu a observar a natureza. Em especial, a casa construída pela pássaro João-de Barro. 



Arquitetos e designers atuais, cujos interesses são produzir casas dentro do conceito de bioconstrução, vêm se inspirando nesses métodos remotos. A escolha pela  utilização do barro  está associada à flexibilidade dessa matéria-prima e às necessidades sustentáveis do planeta.

A comunidade Musgum, localizada no extremo norte dos Camarões, parece que também se inspirou na casa do João-de-Barro, isto porque o sistema de construção deste grupo étnico é bem parecido com o do pássaro. E por este motivo, as habitações deste povoado estão inspirando os arquitetos modernos.

A imagem abaixo ilustra as características principais, tais como: utilização de barro, erguidas de maneira orgânica, em formato ogival, com ranhuras que contribuem para o escoamento da água da chuva. 






O interesse pela utilização do barro nos métodos de construção atuais deve-se às seguintes características próprias desta matéria-prima.

O barro regula a umidade ambiental, uma vez que expele e absorve mais umidade e em maior quantidade do que outros materiais, regulando desta forma o clima  interno das construções tanto no verão, quanto no inverno.  Armazena calor. Em regiões onde a diferença de temperatura é significativa, o barro ajuda a equilibrar o clima dentro de casa.

Além disso, economiza energia e diminui a contaminação ambiental. Isto porque este material não produz degradação ambiental em relação aos outros materiais. Para trabalhar o barro no local, necessita apenas de 1% da energia exigida para a preparação, transporte e elaboração de concreto armado e tijolo cozido. E como se não bastassem todas essas qualidades ainda é reutilizável, preserva a madeira e outros materiais orgânicos.

Depois do que foi dito acima só temos que agradecer à natureza e ao visionário João-de-Barro.

domingo, 19 de abril de 2015

QUARTZO ROSA, O CRISTAL DO AMOR.

Quartzo Rosa bruto

O Quartzo rosa é um membro da família dos Quartzos, por isso possui sílica, além dióxido de manganês e titânio,  com dureza 7.  Algumas vezes pode ser encontrado em geodos de pequenos cristais prismáticos.

Geodo de Quartzo Rosa

Possui uma coloração que varia do rosa muito pálido até um rosa avermelhado. Sua clareza também é variável e vai do opaco ao translúcido ou transparente. Alguns espécimes apresentam traços de Rutilo no interior da pedra criando cabochões ou esferas com estrelas de seis raios. 

O Quartzo Rosa pode ser encontrado no Brasil, Madagascar e Dakota Sul, nos EUA.

Este cristal representa o amor de forma ampla e ilimitada. É ativador do quarto chacra, que energiza o coração. Por isso meditar com o Quartzo Rosa ajuda a emanar o amor inato e a dissolver todas as barreiras que trazem desconfiança e contribuem para o isolamento. Na medida em que essa energia é transformada a pessoa passa a sentir-se em plena união com o sentimento amoroso.

A missão do Quartzo Rosa é acolher atuando  para curar as mágoas e redespertar a confiança. Possui uma vibração calmante que contribui para limpar o campo áurico. Elimina o stress, a tensão, dissolve a raiva e o ressentimento, dissipa o medo e a suspeita. Faz renascer a esperança e a fé. 

O Quartzo Rosa é um cristal feminino. Ele conecta o coração humano ao coração da Mãe Terra. Essas vibrações podem reprogramar as células para a alegria e longevidade. Em síntese, a pessoa fica mais confiante. 

A energia da suavidade emanada pelo Quartzo Rosa pode ser espalhada pelos vários ambientes onde a pessoa circula (casa, trabalho), uma vez que o cristal apazigua ambientes exaltados. Você também pode usá-lo na meditação e carregar essa pedra consigo. É bastante positivo deixar um quartzo rosa em cada canto do seu quarto de dormir.

Além de trabalhar no quarto chacra, essa pedra pode estimular os outros chacras colocando-os em harmonia com o coração.

O sentido de harmonização faz parte do uso terapêutico do Quartzo Rosa. Por isso este cristal funciona muito bem com a Rondonita, Calcita Rosa, Turmalina Rosa, Rodocrosita, Morganita, Esmeralda e Granada Tsavorita.

A energia do amor emanada pelo quartzo rosa é super importante para os tempos atuais, por isso essa pedra de aparência delicada, tem  na verdade, uma atuação  muito poderosa.

Em termos de saúde física, o Quartzo Rosa ajuda a quem tem problemas de arritmia cardíaca, batimentos irregulares do coração ou sensações emocionais devido às mudanças energéticas.

Este cristal é um verdadeiro bálsamo para a mente, uma vez que ajuda a acalmar, eliminar as preocupações e os traumas passados. Pode-se banhar crianças em água preparada com quartzo rosa, para enfatizar o amor e acalmar.

O Quartzo Rosa vem sendo honrado desde a Antiguidade. Gregos e romanos acreditavam que ´´Eros`` e ´´Amor``, deuses do amor trouxeram a pedra à Terra para levar o amor e a reconciliação ao coração das pessoas. Talvez por isso essa pedra corresponda aos signos de Touro e Libra. 

Essa é a pedra ideal para curar qualquer problema do coração, seja físico ou de caráter emocional. O quartzo Rosa ajuda a pessoa a se abrir  para as energias do amor. Por isso, presentear alguém com um quartzo rosa é uma das formas de expressão desse sentimento. Para este fim é importante saber que este cristal pode ser encontrado nas seguintes formas: Pedra bruta, rolada, lapidada, em forma de coração, pêndulo, esfera, ovo, pingente, obelisco, pirâmide e cordão.

Quem não quer ganhar um presente como esse? Um cristal que além de delicado também nos favorece com a paz e o amor.






O PODEROSO QUARTZO.


O quartzo é o mineral mais abundante da terra. Sua estrutura cristalina é trigonal, ou seja possui três eixos cristalográficos de comprimentos iguais e horizontais, formando ângulos de 120º entre si e um eixo vertical perpendicular aos demais. Essa estrutura também é conhecida como romboédrica, e no caso do  quartzo é composta por tetraedros de sílica (dióxido de silício, SiO2). Este mineral pertence à subclasse dos tectossilicatos tridimensionais. Os minerais silicatados constituem a maior e mais importante classe de minerais constituintes das rochas.


A sílica, é o  óxido de silício. Em seu estado natural possui 17 formas cristalinas distintas, entre elas o quartzo, o topázio e a ametista. A sílica é o principal componente da areia e a principal matéria prima do vidro. 

Mineral é todo corpo natural sólido formado em resultado da interação de processos físico-químicos em ambientes geológicos. Cada mineral é classificado e denominado não apenas com base na sua composição química, mas também na estrutura cristalina dos materiais que o compõem. 

O hábito cristalino do quartzo, (sua aparência em termos de tamanho e forma) é um prisma de 6 lados que termina em pirâmides de 6 lados. Possui dureza 7 na Escala de Mohs (escala criada em 1812 pelo mineralogista alemão Friedrich Vilar Mohs ). Por isso o quartzo é capaz de arranhar o vidro. Apresenta as mais diversas cores (alocromático) e possui muitas variedades. Seu peço específico é 2,65.


Parece que o  nome quartzo teria origem  na palavra alemã ´´quarz``, que no entanto é de origem eslava.  

Geralmente o quartzo ocorre em pegmatitas (rochas ígneas, formadas pela consolidação do resfriamento do magma derretido), graníticas e veios hidrotermais. Alguns cristais podem atingir vários metros de extensão e pesar centenas de quilogramas.

Um geode de quartzo consiste de uma pedra oca (geralmente de forma aproximadamente esférica), cujo interior é revestido por uma camada de cristais. Um geode é uma formação rochosa que ocorre em rochas vulcânicas e ocasionalmente em rochas sedimentares.

Geode
Em geral, o quartzo nasce maclado, ou seja geminado. Por isso o quartzo usado industrialmente é sintetizado. Este mineral tem uso bastante significativo na indústria, podemos encontrá-lo como areia para moldes de fundição, fabricação de vidro, esmalte, saponáceos, dentifrícios, abrasivos, lixas, fibras ópticas, refratários, cerâmica, produtos eletrônicos, cerâmica, indústria de ornamentos, fabricação de instrumentos ópticos. Alguns cristais de quartzo são piezoelétricos (geram tensão elétrica por resposta a uma pressão mecânica), por isso são utilizados em relógios e rádios.  

O quartzo pode ser encontrado nos EUA, Eslovênia, Alemanha, Áustria, França, Espanha, Portugal, Japão, Reino Unido, Austrália, Brasil, Itália e em outras regiões do mundo.

Este mineral, por abundância possui diversas designações diferentes. A prasiolita é um quartzo verde obtido artificialmente e o o citrino, apesar de ocorrer naturalmente, encontra-se em drusas produzidas artificialmente por aquecimento de ametista. 

Citrino bruto

O quartzo é um mineral tão poderoso e importante que é único a possuir um museu. O Museu do Quartzo está localizado em Santa Luzia, na cidade de Viseu em Portugal. A construção foi iniciada em 2006, mas só foi inaugurado oficialmente em abril de 2012.

O monte Santa Luzia possui um  imenso filão de quartzo que o suporta e se instalou em meio ao granito. A normal erosão foi gastando o granito deixando o quartzo em relevo por ser bastante duro. O filão de quartzo começou a ser explorado nos anos 60. O Museu foi construído na cratera deixada no Monte Santa Luzia, por vários anos de exploração por parte da Companhia Portuguesa de Fornos Elétricos, que abandonou o local em 1986. Por esse motivo, o Museu pretende ser o centro de referência do quartzo, com suporte nas novas tecnologias.

A estrutura possui um centro de ciência, salas de exposição, auditório e biblioteca e o projeto foi idealizado pelo geólogo, Galopim de Carvalho. Por isso o espaço também é conhecido como Centro de Interpretação Galopim de Carvalho. 

O Museu aposta na interatividade, assim o visitante pode ir descobrindo o planeta, verificar as características do quartzo, além de experimentar e visualizar inúmeros exemplares de várias qualidades do minério. 

  


Museu do Quartzo - Viseu, Portugal

Esse cristal magnífico,   vem emprestando a sua energia para o planeta  desde que o homem aprendeu a observar a terra, e dela retirar os seus instrumentos de cura. Seja pelas autênticas propriedades de cada quartzo, ou até mesmo quando sua propriedade é empregada  na produção das tigelas de cristal, cuja sonoridade tem sido responsável pela harmonia  pessoal e planetária.









´´ POR ISSO NÃO PROVOQUE. É COR DE ROSA CHOQUE``

Hoje a Lua entra no signo de touro e faz companhia aos planetas Mercúrio e Marte, por isso nos próximos dias seremos afetados por essa configuração, uma vez que a Lua ativará os outros dois planetas. Assim sendo teremos um período mais voltado para a matéria, ou seja tudo o que é palpável e tátil. Questões associadas ao setor financeiro podem estar presentes, uma vez que o signo de touro rege a casa 2 (dinheiro, valores e bens pessoais). 


Porém, é importante lembrar que o signo de touro é regido pelo planeta Vênus, por isso as características femininas, dóceis e sensuais também estarão enfatizadas. Momento de usar mais a delicadeza nas relações  e pensar um pouco antes de gastar demais com estética e beleza.  Pode ser que você não consiga frear a sua vaidade durante esse trânsito, afinal serão só dois dias... Bem, dependendo das configurações do seu mapa essa atitude pode ser fatal para minar os seus futuros projetos.


         
Enquanto você reflete sobre isso, eu aproveito para lembrar  que o signo de touro e o planeta Vênus, por enfatizarem a feminilidade, estão diretamente associados à cor rosa e suas nuances. Então, pensemos positivo.

Em geral, o rosa é percebido como uma cor delicada, leve, e algumas vezes pode ser chocante e até mesmo kitsch. Mas apesar dessas variações o rosa é, considerada uma cor agradável.

Rosa, também pode ser usado como nome feminino, Assim, Rosa passou a representar, o charme e a amabilidade. Por ter na sua composição o vermelho e o branco, o cor-de-rosa sugere a força dos fracos.

Durante muito tempo o rosa era a cor da nudez, mesmo que essa nudez tivesse outras cores. Por esse motivo, o rosa também é a cor do erotismo. 

Todas as cores mudam de intenção quando estão associadas às outras. Por isso, enquanto o rosa ao lado do branco é inocente, próximo do preto ou do violeta remete à imoralidade ou paixão.




Embora considerada uma cor tipicamente feminina, é bom saber que o rosa, pela tradição antiga, era uma cor masculina. A moda de que o cor-de-rosa era para meninas e o azul era para os meninos, começou nos anos 20. Porém nas pinturas antigas o uso destas cores era empregado de forma contraditória. Desde as representações do menino Jesus até a representação de jovens príncipes do período barroco, os homens sempre estiveram vestidos de rosa.

Imagem do menino Jesus

Retrato Equestre de Baltasar Carlos, 1635 - Diego Velásquez

Parece que foi após a Primeira Guerra Mundial, quando o vermelho desapareceu da moda masculina civil, que o rosa passou a ser dedicado às mulheres. Posteriormente durante a Segunda Guerra Mundial, os soldados homossexuais foram conduzidos ao campo de concentração, onde deveriam usar um triângulo cor-de-rosa nas suas vestes.



Mas a partir de 1970, o rosa se impôs internacionalmente como uma cor feminina. Atualmente esse padrão de cores, para meninas e bebês já não tem tanta importância.

Nas artes plásticas, o rosa está diretamente relacionado ao estilo Rococó. Este movimento artístico iniciado em 1720 e que durou até 1775, teve como tradição a utilização das cores pastéis. Isso porque, durante esse período, as cores puras ficaram acessíveis ao povo, então a corte francesa para se distinguir optou por uma cartela de cores, suaves, claras e mistas. Para conseguir o tom pastel durante o período Rococó, não bastava misturar uma determinada cor ao branco, ao contrário, as misturas eram complexas e testemunham o forte desenvolvimento da tinturaria. O rosa tornou-se então uma cor muito presente no guarda-roupa masculino, quanto no feminino.




Madame de Pompadour - François Boucher

Dessa época é o famoso ´´rosa Pompadour``, que a fábrica de cerâmica de Sévres criou em homenagem à famosa Madame do Rococó. Para conseguir essa tonalidade o rosa era misturado ao azul, com um pouco de amarelo e preto.

Porcelana de Sévres
O rosa associado à gastronomia encontra seu melhor lugar na arte da confeitaria. Doces cor-de-rosa são aparentemente mais doces, uma vez que essa cor remete à doçura. Na aromaterapia, o rosa é o perfume do amor, por ser doce, agradável, delicado e romântico.  






Aromaterapia


Mas o rosa pode ser gritante, forte e exagerado. Na moda, a estilista Elsa Schiaparelli, lançou em 1931 o perfume, ´´Schoking Pink``, uma mistura de magenta (vermelho puro) com uma pitada de branco. Sua intenção era chocar o público e a estilista conseguiu. E pela primeira vez o rosa passou a ser conhecido pela sua agressividade. É bom lembrar que na composição do rosa existe o vermelho e que a tradição mostra que o rosa nunca teve qualidades tradicionalmente femininas. E que o pink, também conhecido como rosa-choque, é uma cor que passa do divertimento à vulgaridade e por esse motivo está associado a tudo aquilo que não é sério, artificial e logicamente kitsch. 


Perfume Schoking Pink - Schiaparelli

Voltemos agora ao signo de touro e ao planeta Vênus, ambos femininos e delicados, mas  devido à associação que possuem com  o cor-de-rosa podem também substituir a delicadeza pela agressividade quando for preciso. Para confirmar o que digo, basta lembrar que todo touro tem chifres e toda Vênus possui o seu momento de ira.

Para que possamos usufruir desses próximos dias, quando a lua estiver transitando pelo signo de touro, devemos nos deixar envolver pela tonalidade rosa, sentindo o seu perfume e seus aspectos delicados, suaves e dóceis. Mas como tudo na vida, cabe a moderação para evitar os excessos.














domingo, 8 de março de 2015

VÊNUS, A PRESENÇA DA ENERGIA FEMININA NO PLANO ASTRAL.




Hoje é o dia internacional da mulher, e apesar de considerarmos as inúmeras conquistas femininas, a humanidade ainda precisa de muito mais tempo para igualar os gêneros. Para entender esse pensamento, basta olhar para o céu e observar a mensagem que a natureza nos transmite. Por uma questão de proporção, existe no universo uma quantidade de planetas com denominações muito mais masculinas do que femininas. Sol, Mercúrio, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão, dentre outros, espelham essa característica no plano astral.

Esse desequilíbrio pode ser entendido porque ainda no período primitivo, o homem era o caçador, o provedor e o herói, enquanto à mulher cabia a fertilidade, a maternidade e a nutrição. Nessa fase, a humanidade orientava-se pela observação das energias masculinas e femininas da natureza, traduzidas no céu pelos luminares Sol e Lua, que nesse tempo energizavam a terra em igual condição. Mas, por uma questão de tradição, o homem, devido à sua força física e conquistas heroicas acabou ocupando um lugar de destaque  na sociedade e assim, empurrou a mulher para o segundo plano, algo que ainda hoje trabalhamos para reverter.  

Posteriormente ,  novos planetas foram descobertos, mas o batismo dos nomes foi determinado por astrônomos e pesquisadores homens, o que pode ter contribuído para a construção de uma presente nomenclatura masculina no céu.  Vale lembrar que o orgão responsável para este fim  chama-se, UAI (União Astronômica Internacional). Foi criado em 1919, cujo primeiro presidente foi Benjamin Baillaud, astrônomo francês e diretor do Observatório de Paris. No grupo de membros que atualmente  compõe a UAI,  87 % são homens e apenas 13% mulheres. (Sobre UAI visite o site: http://www.iau.org/)

Mas voltemos a contemplar o céu. Em meio ao enérgico exército masculino, brilha solitária, mas com magnífica presença,   Vênus. O segundo planeta a partir do Sol e o de maior proximidade com a Terra.  Depois da Lua, é o objeto mais brilhante no céu noturno. O astro atinge seu brilho máximo algumas horas antes da alvorada,  ou depois do acaso.  Por isso, Vênus também é conhecida como estrela matutina ( Estrela d´Alva) ou vespertina (Vésper).

O planeta era conhecido desde a Babilônia, e os astrônomos daquele período a chamavam de ´´ brilhante rainha do céu``. Somente em 1962 quando  pesquisadores enviaram a sonda Mariner 2, para iniciar investigações mais profundas,  é que se descobriu que enquanto  o topo das nuvens venusianas era frio,   a superfície   era  extremamente quente. Essa confirmação descartou a hipótese de vida nesse planeta.
 
Astrônomos chegaram a conclusão que Vênus também possuía oceanos, que evaporaram quando a temperatura se elevou. Por isso possui como característica um ambiente desértico, seco e poeirento. Devido a sua semelhança com o planeta Terra, por tamanho, massa e composição, chego a pensar: será que tal semelhança guarda um mesmo destino para o nosso planeta? 

Para a astrologia, Vênus é a representação da juventude e do amor com toda a sua leveza e também da sedução com todos os seus perigos, por que não? Essa força, cercada pela presença heroica dos planetas masculinos,  surge imponente emanando luz, beleza e fascínio, para ocupar com intensa energia, o seu lugar no céu.

Assim, como a sensível e maternal Lua, é a representação  do feminino no plano astral  e  brilha magnífica todas as noites, projetando sua luz no planeta terra. Por isso mulheres, por que não aprendemos a lição que o céu nos ensina? Precisamos ocupar o espaço, não só pelo encantamento, mas principalmente pela força e energia internas que carregamos dentro de nós.

Vamos emanar nossas luzes, mas sem ofuscar a do outro, e muito menos permitir que as dificuldades que envolvem o nosso percurso na terra nos tornem secas ou poeirentas. E assim, por mais que o universo masculinizado nos mostre, em proporção, que ainda é maioria, no fundo sabemos que basta a energia feminina de somente  uma  Vênus, para igualar essa matemática celeste. 


Seguidores