terça-feira, 21 de abril de 2015

VAI UMA PIMENTINHA AÍ?

A pimenta, seja a do reino, quanto a vermelha, em geral é vista com receio pela maioria das pessoas, principalmente quando se trata do quesito consumo. Entretanto, muitos pesquisadores insistem em divulgar seus benefícios para a saúde e cura na intenção de quebrar esse mito. 



Este tempero ígneo possui os seguintes princípios ativos: vitaminas A, E e C, ácido fólico, zinco e potássio. Tem fortes propriedades antioxidantes e protetores do DNA celular. Contém bioflavonóides, pigmentos vegetais que previnem o câncer. Por esse motivo, a pimenta é considerada como um alimento funcional, pois além dos seus nutrientes, promove e preserva a saúde. 

Atualmente é usada na composição de vários remédios que aliviam dores musculares, reumatismo, desordens gastrintestinais e na prevenção da arteriosclerose. 

A pimenta também cura e previne, a baixa imunidade e vem sendo aplicada em várias partes do mundo no combate à aids com resultados bastante favoráveis. O condimento também pode ser usado para curar a depressão, uma vez que sua ingestão libera a norodrenalina e adrenalina, responsáveis pelos sinais de alerta do corpo e por isso revigora e anima pessoas deprimidas. 

É um excelente remédio contra enxaqueca, pois provoca a liberação de endorfinas, que amenizam a dor. Também cura feridas abertas, devido ao fato de ser anti-séptica, analgésica e cicatrizante.

Gripes e resfriados também podem ser curados com o uso da pimenta, para este fim baste ingerir uma pimenta malagueta por dia como se fosse um comprimido. A pimenta caiena é boa para os males do coração e pode interromper um ataque cardíaco em 30 segundos. 

Controla a obesidade. Consumida às refeições ajuda a diminuir o apetite. Atua como regulador da pressão arterial e dentre outras utilizações cura a hemorróida. A capisaicina tem poder cicatrizante e já existem remédios com pimenta para uso tópico.

Apesar de todos esses benefícios é importante lembrar que o uso da pimenta deve ser feito a partir  da indicação de um nutricionista ou terapeuta especializado no assunto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores